Sexualidade feminina: do dever ao prazer

O sexo pode ser uma fonte de força e alegria enorme em sua vida. A prática sexual frequente tem diversas consequências positivas para a saúde humana, como a ciência tem provado em inúmeros estudos. Para as mulheres, os hormônios liberados durante o ato sexual podem melhorar o nosso humor, aliviar dores, cólicas, TPM e melhorar a imunidade, prevenindo resfriados e outras enfermidades.

Devido ao poder que o prazer sexual proporciona, ele foi negado pela sociedade às mulheres durante tanto tempo e a “boa esposa” era uma figura maternal que aceitava o “fardo” de ter que satisfazer o marido na cama, mas jamais deveria sentir prazer durante o ato sexual. Nessa época, ter relações íntimas com o marido, segundo a Igreja e a sociedade, eram um “dever” da mulher. Notem que era um dever e não uma escolha, tanto que não era considerado legalmente possível o estupro dentro do casamento. Era comum que as mulheres casassem virgens e não soubesse do que se tratavam os “deveres conjugais”.

E assim foi durante milênios, por influência de um sistema patriarcal que nos via ou como virgens puras ou como prostitutas, vivemos com inúmeros tabus e medos pendendo sobre nossa sexualidade. Ainda hoje vemos inúmeras mulheres, dentro e fora de relacionamentos, que acham que tem “obrigação” de satisfazer o parceiro, sem enxergarem que o campo da sexualidade é onde VOCÊ deve se satisfazer acima de tudo! Quer transar? Faça! Não quer? Pare (no meio do ato mesmo, ninguém é obrigada a terminar algo apenas porque começou)!

Liberdade sexual só é liberdade se realmente enxergarmos prazer no sexo, alegria e energia através da troca sexual, da masturbação, do toque e da provocação. Não transforme o direito de dizer sim ao sexo em uma obrigação de dizer sim á qualquer um que chegar com uma barba no seu pescoço.

Se você estiver fazendo sexo por dever, lembre-se que você só deve prazer a si mesma e que cada um é responsável pelo seu prazer! Erotismo é algo que existe dentro da nossa mente, e nós é que somos responsáveis por nos descobrirmos e nos encontramos sexualmente. O seu caminho para o prazer sexual é um de autoconhecimento, procura e experimentação! Prazer deve ser divertido, nunca um dever ou uma obrigação! Prazer feminino é um direito socialmente construído.

A qualidade da nossa vida sexual é uma questão de saúde física e emocional. Uma vida sexual saudável pode ser fonte de alegria, bem-estar físico, autoconfiança e auto estima. Uma vida sexual ruim pode ser fonte de mal humor, irritabilidade, insegurança (consigo e/ou com o parceiro ou parceira), e baixa imunidade.

Acredito que o caminho para a realização pessoal passa pela sexualidade, pela descoberta de novos prazeres, de sensações diferentes, por se abraçar a ideia de que o prazer físico é um direito das mulheres, e é algo que merecemos ter em nossas vidas. O erotismo é natural e nos traz força e energia para continuarmos no nosso caminho, e a sensualidade não deveria ser deixada em segundo plano.

Este blog é de um sexshop, mas produtos de sexshop não resolvem questões profundas da sua sexualidade. Produtos eróticos ajudam no caminho, estimulam os sentidos, permitem novas descobertas de como sentir prazer e trabalham o erotismo. Se dar o direito de sentir prazer e descobrir as possibilidades do seu corpo pode ser muito mais fácil com a ajuda de alguns produtos feitos exatamente para isso! Então, não deixe de conferir o que separamos especialmente para as mulheres na nossa loja e seja muito feliz!

Secret Box Club traz um novo conceito de sexshop, confira e surpreenda-se!

 

😉

 

2 thoughts on “Sexualidade feminina: do dever ao prazer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loja online desativada, em breve o blog da Secret Box Club voltará ao ar com muita informação para você e as últimas novidades do mercado sensual. Venda de ponta de estoque pelo telefone/whatsapp (31) 98811-0480. Dispensar